6 formas de entreter crianças no carro

A Evolução da Proteção Veicular

Saber como entreter crianças

No carro é fundamental para que seu trajeto possa ser feito de maneira tranquila.

Além das opções eletrônicas, uma boa saída é utilizar brincadeiras para entreter a criança e criar um clima de interação entre os que estão no carro.

Pensando nisso, separamos seis brincadeiras aonde vocês precisarão de muito pouco para deixar os pequenos focados.

# BINGO SOBRE RODAS

Essa é uma ótima alternativa para entreter as crianças durante as viagens. Monte cartelas quadriculadas de 3×3 de acordo com o número de jogadores. Em cada quadradinho escreva números diferentes de dois dígitos.

Após distribuir as cartelas, um dos participantes será o cantador que deve observar as placas do trajeto e, a cada número visto, deve dizer em voz alta os dois primeiros dígitos da placa. Quem tiver o número na cartela deve marca-lo e vence quem preencher a cartela primeiro.

# LABIRINTO DE PAPEL

O objetivo é simples: percorrer os caminhos dos diagramas em busca da saída.

Existem vários desses diagramas em revistas especializadas e jornais, que podem ser recortados e levados para o carro. No entanto, a brincadeira fica mais interessante se uma pessoa criar o seu próprio labirinto e desafiar a outra a percorrê-lo.

Com crianças mais jovens, faça percursos mais fáceis, com um espaço maior entre os corredores para facilitar a visualização. Já os mais experientes devem abusar da criatividade na hora de montar o labirinto para desafiar alguém.

# ?PAR OU ÍMPAR / DOIS OU UM

Essa é clássica, mas pode ser usada de uma forma mais duradoura. Ao invés de definir quem começa a brincadeira, o jogo do par ou ímpar pode ser usado em sequência para ver quem consegue vencer primeiro uma quantidade determinada de disputas.

Com mais de dois jogadores, a saída é utilizar o também conhecido dois ou um, em que todos os jogadores podem jogar ou o número 2 ou o número 1 e vence o jogador que colocar sozinho um dos dois números.

# PEDRA, PAPEL E TESOURA

Dois participantes ficam um de frente para o outro e, ao mesmo tempo, jogam uma das mãos para frente representando um dos três símbolos: pedra (mão fechada), papel (mão aberta) ou tesoura (dedos indicador e médio estendidos).

Para se definir o vencedor, devemos seguir a seguinte regra: pedra ‘quebra’ a tesoura que ‘corta’ o papel que ‘embrulha’ a pedra.

# SE VOCÊ FOSSE

Esse é para ativar a imaginação. É um jogo fácil e que pode ser encarado por todos os ocupantes do carro.

A brincadeira começa com a pergunta: “Se você fosse um bicho, que bicho seria?”. A partir daí, uma pessoa precisa responder dizendo o motivo pelo qual escolheu o animal. Em seguida, quem respondeu é quem faz a pergunta, que pode ser com anima ou qualquer outra coisa, como frutas, objetos ou palavras, por exemplo.

Quer dificultar: peça as respostas em versos. “Se eu fosse um bicho, seria um cão. Para uivar na janela e espantar o ladrão”.

# PALAVRA CERTA

O objetivo neste jogo de duplas é acertar a palavra mágica com o mínimo de dicas possíveis. As dicas consistem apenas em outras palavras que podem se associar à palavra inicial. Por exemplo, se a senha for “cachorro” a dica pode ser ‘animal’ ou ‘patas’.

Para jogar, escreva várias palavras em pedaços de papéis e coloque-as em um saco. Um integrante da dupla pega o papel e, após ler mentalmente, dá as dicas para o outro que deve adivinhar a palavra. O parceiro tem até três dicas para acertar a senha. Cada palavra certa vale um ponto e a cada erro a dupla passa a vez para outros dois jogadores.

Lembre-se de inverter a função das duplas a cada rodada e, com jogadores mais jovens, utilizar palavras mais fáceis.

Voltar